Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Um cão adorável que vem aumentado a sua popularidade

O número de exemplares da raça Bearded Collie, ou Collie de Barba, vem aumentando atualmente. Trata-se de um cão adorável e ideal para família com crianças, mas ele nunca perdeu suas características de condutor de gado.
Esse cão é um ótimo pet e, aprende com facilidade. Afeiçoa-se às crianças e é capaz de tornar-se um companheiro divertido e bem disposto para todas as brincadeiras. Mas, não se adapta a viver confinado em quatro paredes. Precisa de exercício e de viver em liberdade. Ou seja, não é apropriado para apartamentos, principalmente, por ser de grande porte. 

Origem e História

Apesar de ter surgido na Grã-Bretanha por volta do século XIX, o Bearded Collie, não é tão conhecido naquela região como os outros membros da família Collie e encontrava-se praticamente extinto após a II Guerra Mundial.

Consta que os Bearded Collie lutaram contra os romanos quando a Inglaterra foi invadida. A mais recente teoria é a que eles, e a maioria dos cães pastores peludos, descendem do Magyar Komondor, da Europa Central. De acordo com a história, a mais antiga pintura mostrando um Collie de Barba foi datada em 1771, um retrato do Duque de Buccleigh feito por Gainsborough. 

No final da era Vitoriana os "Beardies" (apelido carinhoso da raça), eram muito populares no sul da Escócia tanto como cão de trabalho como de exposições. A popularidade local desses cães prosseguiu até a 1ª Guerra Mundial. A raça nunca perdeu suas habilidades no trabalho do dia-a-dia no clima frio, nevoado e chuvoso e no solo rude e pedregoso do sul da Escócia. 

Eles são muitos usados como cães boiadeiros, já que conseguem transportar rebanhos problemáticos com grande facilidade. Eles são capazes de pastorear sem latir e apenas com o olhar conduzir o rebanho. Naquela época eram tão valorizados pelos vaqueiros e açougueiros que os filhotes que nasciam (principalmente fêmeas), raramente eram vendidos. 

Depois da 2ª Guerra Mundial a Sra. G. O. Willison, proprietária do Canil Both Kennar, salvou os Beardies de uma futura chance de extinção, quando começou a criar e expor a raça. Esta senhora foi a cabeça do Clube do Colie de Barba, fundado na Inglaterra em 1955. O Beardie é um cão de trabalho muito inteligente, autoconfiante, alerta, ágil e estável, nunca tímido ou agressivo. 

Em 1906, foi definido o primeiro padrão da raça, que ao contrário dos padrões da maioria das raças, trazia mais a descrição das habilidades para o trabalho do que a descrição física propriamente. De fato, esta ênfase no perfil de trabalho vem modelando a raça desde então. Até 1915, a raça era conhecida simplesmente como "sheepdog", quando foi batizada de Border Collie.

O adorável Bearded Collie tem uma enorme semelhança com o Old English Sheepdog, também conhecido por Bobtail, e é reconhecido como um dos cães de pastor mais antigo da Escócia. Diz-se que a sua origem é polaca, sendo descendente de Polski Owczarek, uma raça pura.

A pelagem é longa, dupla com subpêlo macio e cerrado, o pêlo é reto, forte, áspero e eriçado. O comprimento e a densidade da pelagem oferecem uma boa proteção. No focinho os pêlos são mais ralos e mais longos dos lados, encobrindo os lábios. A partir das faces para o antepeito o comprimento dos pêlos aumenta, formando a barba que é a grande característica da raça. A cor é cinza ardósia, fulvo tendendo ao vermelho, preto, azul, todos os tons de cinza, marrom e sable, com ou sem marcas brancas.

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1