Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

O valente e pequenino cão de guarda

Pequeno, porem valente. Essa é a principal característica dessa raça que fisicamente assemelha-se ao feroz Dobermann. Mas, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Pinscher Miniatura não é um Dobermann de pequeno porte. Na verdade ele á apenas um dos ancestrais da raça. Ativo, com bom temperamento e muito fiel ao dono, ele é um ótimo cão de companhia para toda a família. Aprecia brincadeiras e comporta-se bem com crianças. Também faz excelente guarda da casa, por estar sempre alerta e atento a tudo.

Atualmente pode ser considerado como uma das raças mais populares do país. Entre os cães nascidos e registrados anualmente, ele apresenta uma posição privilegiada. Nesta década, manteve-se entre as 20 raças com maior número de nascimentos no Brasil. É considerado como o rei dos Toys. Essa classificação se deu, principalmente, pelo fato de ser um cão de porte pequeno que não requer exercícios extras e que se adapta facilmente a reduzidos.

Origem e História

Esta raça é original da Alemanha, onde Pinscher significa "mordedor". A semelhança com o Dobermann, raça famosa como guardiã, não é à toa. Ambos descendem de um mesmo ancestral, o Pinscher Standard, do qual não se têm notícias no Brasil.

As origens são conhecidas e a sua presença aparece documentada por numerosas representações antigas. Sabe-se que o pinscher era encontrado nas florestas da Alemanha, há séculos, onde passou a ser criado. O verdadeiro movimento deu-se em 1895, com a fundação do pinscher Clube Alemão, que redigiu o primeiro padrão da raça. Mas especula-se que o pinscher descende do cruzamento do Italian Greyhound, com o pequeno techel.

Na Alemanha é encontrado dois tipos de tamanho: o médio e o miniatura. No Brasil só temos exemplares miniaturas. Há ainda outros tipos de pinscher na Alemanha e Estados Unidos: o Afghan Pinscher, que surgiu do cruzamento do Griffon e Schauzer, que são conhecidos como grandes caçadores de ratos, e o Pinscher Manchester, de tamanho maior, que foi usado na criação da raça Dobermann.

Como já foi dito, o Pinscher é muito parecido com o Dobermam e é considerado um excelente cão de guarda, às vezes mais atento que um cão com o dobro de seu tamanho. É a menor raça de guarda classificada pela Federação Cinológica Internacional.

É um cão muito agitado, que gosta de chamar a atenção de todos que estão à sua volta para si mesmo. Apesar de gostar de crianças, não se aconselha que conviva com crianças muito paquenas, pois podem machucá-lo, e conseqüentemente provocar nele uma reação violenta.

A cada cria costumam nascer de 4 a 6 filhotes. É um cão que dispensa maiores cuidados, o banho mensal já o suficiente para mantê-lo limpo, desde que seja escovado duas vezes por semana. Uma boa ração e água é o suficiente para esse pequenino cão. Sua pelagem é curta e densa, suavemente assentada e lustrosa, sem falhas.

As cores são sólidas em várias tonalidades, do castanho ao vermelho-veado, e preto com marcas marrom bem nítidas nas maçãs do rosto, focinho, acima dos olhos, no queixo e garganta, nos dois lados do antepeito, metatarso, pernas dianteiras, patas, face interna das pernas traseiras e na região anal.

 

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1